Declaração do imposto de renda para sócio de empresa

Em época de obrigatoriedade de declaração do imposto de renda, muitas dúvidas surgem referente a esse processo. Principalmente porque algumas empresas e pessoas físicas, não compreendem se necessitam realizar essa declaração. Mas, existem regras claras e específicas para caso de sociedade em empresas e para pessoas jurídicas.

Como Funciona o Imposto de Renda

O Imposto de Renda (IR) incide sobre os bens de brasileiros, ou moradores do exterior que recebam rendimentos financeiros do Brasil.

São obrigados a realizar declaração do imposto, pessoas que possuíram rendimentos tributáveis anual acima de R$28.559,70. Ou ainda, bens que sejam isentos de tributos e que tenham superado R$40.000,00.

Esse processo deve ser feito anualmente, para identificar as conquistas financeiras do ano anterior. É possível realizar o processo de forma individual, baixando o programa de preenchimento de dados no site da Receita Federal.

Algumas pessoas contratam empresas especializadas no assunto, como escritórios de contabilidade. Há um limite de período para a postagem da declaração. Se não feito, a empresa ou pessoa física pode ser acusada de sonegação de imposto e responder judicialmente.

Imposto de Renda para Sócio de Empresa

Há casos em que aquele que possuí sociedade em uma empresa, pode fazer a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física, declaração IRPF.

Mesmo que tenha empresa com CNPJ, se o indivíduo preencher aos requisitos estabelecidos pela Receita Federal, de rendimento tributável de até R$28.559,70. Automaticamente pode fazer a declaração como pessoa física.

Ou ainda, se possuir menos do que o valor estabelecido não há necessidade de fazer o processo. Estas questões burocráticas são respondidas diretamente no site da Receita Federal. Ou em um escritório de contabilidade.

De qualquer forma, os proprietários da empresa devem obrigatoriamente fazer a declaração. Desde que se enquadrem nas exigências estabelecidas.

O que indicar no Imposto de Renda em sociedade

Cada sócio da empresa, necessita informar na ficha de declaração as informações:

  • A razão social e o CNPJ da empresa;
  • A quantidade de cotas/ações atuais. Inclusive, se houve movimentação de compra ou venda, é necessário informar os dados da parte que você comprou ou vendeu;
  • Se a sua empresa for no formato jurídico “Ltda.” ou “Empresário Individual”, é necessário indicar o valor que consta no documento legal atual, seja ele o contrato social ou o requerimento de empresário;
  • Caso a sua empresa seja “S/A”, é preciso informar apenas o custo de aquisição.

Facilidade no saque de benefícios sociais

O saque do Bolsa Família é feito em qualquer terminal de autoatendimento da Caixa Econômica Federal com o cartão e senha, nos caixas das agências bancárias com um atendente e lotéricas. É preciso ter o Cartão Cidadão em mãos para isso. Mas em caso de perda, roubo ou outros fatores não há problema. É possível solicitar 2 via do cartão Bolsa Família. Saiba mais!

Como solicitar 2 via do cartão Bolsa Família

O Cartão Cidadão é o instrumento usado para fazer o saque do benefício cedido pelo Governo Federal. Ele é fornecido no momento de aprovação do cadastro do Bolsa Família de forma automática. Assim que o beneficiado é confirmado no programa, o cartão é solicitado e chega na casa do cadastrado.

Ao perder o cartão, ficar sem uso por defeito ou roubo, pode solicitar 2 via do cartão Bolsa Família sem problemas. Para isso basta ir até uma agência da Caixa Econômica Federal mais próxima de sua residência e falar com um atendente.

Os documentos necessários para solicitar 2 via do cartão Bolsa Família são apenas:

  • Identidade ou outro documento com foto oficial (habilitação, carteira de trabalho);
  • CPF. Caso a identidade já possua o CPF não é preciso levar ambos.
  • Não é necessário pagar por uma segunda via do cartão do benefício. Ele é cedido gratuitamente e chega na agência em até 15 dias. É só voltar lá e buscar.

A indicação é fazer uma queixa na delegacia o mais breve possível.

Sacar o Bolsa Família sem o cartão cidadão

Quem está sem cartão não é necessário se preocupar com saque do valor mensal da bolsa. Indo até uma agência da Caixa ou lotérica com documento original com foto pode ser feita a retirada do valor pessoalmente, de acordo com as datas do Calendário Bolsa Família 2020!

Infelizmente sem o cartão não é permitido o saque em caixas eletrônicos. Outras pessoas podem fazer o saque em um caixa apenas com uma procuração para esta finalidade, dando plenos poderes bancários.

Cadastrar Senha

Cartão novo em mãos a senha antiga não é mais válida. É preciso ir até uma agência da Caixa Econômica Federal para fazer o cadastramento de uma nova senha com números. No primeiro acesso no caixa eletrônico o usuário será convidado a fazer isso.

Outra forma de cadastrar é indo até uma lotérica com os documentos pessoais. O atendente de lotérica possui o mesmo sistema da caixa, integrado, e pode fazer o serviço de igual forma.

Os dois locais também servem para quem esqueceu ou errou a senha mais de três vezes.

Meu cartão do Bolsa Família não chegou. E agora?

Depois de cadastrado o envio do cartão é automático. Mas claro, problemas podem acontecer e o beneficiado não é prejudicado. Se passaram 30 dias e o cartão não chegou, é só procurar uma agência da Caixa para solicitar um segundo.

Caso não tenha chegado o cartão não há problema. A conta já está liberada e o primeiro saque do benefício pode ser feito em uma agência e lotérica sem problemas. Enquanto não houver cartão o saque pode ser feito sem qualquer problema.

5 Dicas para melhorar seu desempenho no Encceja

No Brasil, a prova que avalia a educação básica brasileira, o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), é uma forma de conferir os conteúdos adquiridos nas escolas e nos ambientes extraescolares realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

O Encceja permite que o aluno possua a certificação de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio, para os que garantem uma nota mínima exigida nas quatro provas objetivas e na redação. Já para garantir a declaração parcial de proficiência, é preciso que o aluno consiga a nota mínima exigida em uma ou em mais de uma das quatro provas, mas não em todas.

Esse exame não é obrigatório pois tem participação voluntária e gratuita e é indicado aos jovens e adultos que moram no Brasil e no exterior e para os presos, que não tiveram oportunidade de concluir os estudos na idade apropriada.

Nós selecionamos 5 dicas para melhorar o desempenho para quem está pensando em realizar as inscrições do Encceja 2020.

Faça anotações

Enquanto você estiver estudando, é importante que faça anotações com os assuntos que cairão na prova que você considera mais importante. Dessa forma você fixa mais o conteúdo e pode ler na hora de fazer uma revisão.

Alguns dias antes da prova você pode revisar o conteúdo utilizando as anotações, pois dessa forma você otimiza seu tempo e ainda assim está estudando. Mas vale ressaltar que é importante ler todo o conteúdo.

Videoaulas

Uma ótima maneira de mudar a dinâmica dos seus estudos é assistir a videoaulas. Dessa forma você dinamiza a forma como estuda e melhora seu rendimento nas disciplinas, pois aprende de maneiras diferentes com pessoas diferentes.

Estude as provas anteriores

Na internet é possível encontrar as provas antigas do Encceja, e estudar por elas é muito importante para conhecer o estilo do Exame e saber como os assuntos são abordados. Você pode resolver as questões das provas e revisá-las, pois, assim você estuda os assuntos e se prepara para a maneira como as questões irão cair.

Controle o tempo no Exame

Com as provas dos anos anteriores você pode aprender a fazer as questões com o tempo cronometrado, o que facilita sua compreensão das questões de forma mais rápida no dia da prova.

Fazer em média 10 questões a cada 30 minutos de prova é o ideal, mas é preciso cuidado caso você estiver levando mais tempo do que isso pois pode não dar tempo de responder todas as perguntas.

Prepare seu corpo

É preciso preparar, não somente seus conhecimentos, mas seu corpo também. Comer alimentos saudáveis e beber bastante água nos dias que antecedem a prova podem te deixar mais leve, além de também poderem ser levados e consumidos nos dias do Exame.

Também é importante dormir. Não precisa virar a madrugada estudando, afinal, preservar sua saúde e respeitar os limites do seu corpo também são fundamentais para um bom rendimento no Exame.

Governo oferece CNH gratuita para pessoas de baixa renda

Muitos se beneficiaram com a emissão gratuita da CNH Rio Grande do Sul, mas, infelizmente, por motivos financeiros, o governo suspendeu a emissão da CNH Social RS 2020 para as pessoas de baixa renda. Mesmo com essa suspensão, você poderá conferir todas as informações sobre a CNH Social RS 2020 a seguir.

A criação do programa CNH Social foi uma iniciativa do Governo Federal em parceria com o Governo e Detrans de vários estados. Neste programa, são oferecidas Carteiras de Habilitação gratuitamente para as pessoas de baixa renda.

Pessoas que possuem a CNH tem muito mais chances de conseguir uma vaga no mercado de trabalho.

CNH Social RS

Serviços oferecidos pela CNH Social RS

Este programa era oferecido exclusivamente para as pessoas de baixa renda que não tinham condições de pagar para tirar a Carteira Nacional de Habilitação.

Esta iniciativa do Governo beneficiava principalmente as pessoas menos favorecidas da sociedade, como os desempregados, beneficiários de programas sociais e presidiários. A seguir, você pode conferir mais informações sobre este programa CNH inscrições 2020 no Rio Grande do Sul.

No Programa CNH Social, eram oferecidos os seguintes serviços:

  • Gratuidade na emissão da primeira Habilitação;
  • Adição de nova categoria;
  • Mudança de categoria.

Requisitos do Programa

Por enquanto, o programa CNH Social RS 2020, como nós dissemos, está suspenso por falta de verba do Governo. Os candidatos que tinham interesse em adquirir a CNH de forma gratuita tinham que preencher alguns requisitos obrigatórios.

Listamos alguns desses requisitos exigidos em anos anteriores para você conhecer. Confira a seguir:

  • O candidato deve possuir obrigatoriamente 18 anos completos;
  • O candidato deve pertencer a uma família que tenha uma renda per capita mensal de até 2 salários mínimos;
  • Ser alfabetizado, sabendo ler e escrever;
  • Se for desempregado, que seja no mínimo há 1 ano;
  • Ser egresso ou estudante de escola da rede pública de ensino.
  • Se o programa voltar a ser oferecido no Rio Grande do Sul, os requisitos deverão ser os mesmos.

Inscrições e Vagas

As inscrições para participar do programa CNH Social RS 2020, por enquanto, não se encontram disponíveis, pois esse programa está suspenso.

Mesmo com a sua suspensão, você vai aprender como são feitas as inscrições de quem quer participar deste programa. Elas costumam ser feitas pela internet, mas em alguns casos, você deverá comparecer até a unidade do DETRAN.

  • Você deverá visitar o site do Detran do RS → Clicando aqui.
  • Confira se as inscrições para o programa CNH Social se encontram abertas.
  • Clique na opção para efetuar a sua inscrição e preencha corretamente as informações solicitadas e aguarde os resultados.

Se você for um dos aprovados, basta comparecer até o Detran portando os seguintes documentos:

  • CPF e RG;
  • Comprovante de residência;
  • Comprovante de rendimentos de todos os membros da família.

É importante ressaltar que este programa está suspenso no momento por falta de verba do Governo, mas em algum momento poderá voltar a existir. Não deixe de acompanhar nosso blog para novidades em breve!

Participe do processo seletivo da Universidade Estadual de Campinas

Na última segunda-feira, dia 20 de agosto, foram abertas as inscrições para o Vestibular 2020 Unicamp – Universidade Estadual de Campinas.

Quem quiser concorrer a uma das 3.444 vagas oferecidas pela instituição precisa acessar o site da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), até o dia 14 de setembro. Os estudantes deverão pagar uma taxa de R$ 135 para participar.

No portal, você também pode conferir o Manual do Candidato e a Revista do Vestibulando, indispensáveis para quem quer pleitear uma vaga na Unicamp.

O Vestibular 2020 será realizado em duas etapas. Na primeira, serão realizados as provas de redação e o exame de conhecimentos específicos, relativos ao conteúdo do ensino médio. Já na segunda fase, que será realizada em 3 dias, haverá provas discursivas de Português, Literatura, Matemática, Ciências Humanas, Artes, Língua Inglesa e Ciências da Natureza.

A primeira fase da seleção ocorre no dia 11 de novembro e a segunda nos dias 13, 14 e 15 de janeiro do ano que vem. Neste ano, ao invés de precisar escrever três redações, os concorrentes farão duas.

Como funciona o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço

O Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) foi criado para os trabalhadores que foram demitidos sem um motivo justo, em 1966. Em caso de demissão, é depositado pela empresa na qual o empregado foi admitido, um valor equivalente a 8% do salário do funcionário, que deve ser creditado no início de cada mês, em uma conta criada para este funcionário na Caixa Econômica Federal.

Atualmente, o mesmo é regulado pela Lei nº 8.036/90 e também pelo Decreto 99.684/90. O mesmo também tem como finalidade, um fundo de investimento para saneamento, habitação e infraestrutura.

O funcionário que for demitido da empresa sem uma justa causa, poderá recolher todo o valor do FGTS depositado pela empresa no período em que esteve trabalhando para a mesma. Caso esse fundo não seja sacado, ele irá se acumular podendo ser utilizado para aquisição de casas próprias, abatendo parte do valor do imóvel em financiamentos de programas de Habitação Popular, Infra Estrutura Urbana e Saneamento Básico (ex: Minha Casa Minha Vida), que é totalmente voltado para benefício da própria sociedade, visando principalmente as famílias de baixa renda.

FGTS

Para aderir ao benefício, o trabalhador deve ter um contrato formal com a empresa, e esse contrato deve ser gerido pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Também estão inclusos no programa os Trabalhadores Rurais, os funcionários Autônomos, Safreiros (trabalhadores rurais que exercem a atividade no período de colheita) e funcionários temporários. Os Diretores de Empresas que não tem um contrato formal e Empregados(as) Domésticos(as) também podem receber o FGTS, porém cabe ao empregador efetuar ou não este pagamento.

Sobre a solicitação do saque, quando há uma rescisão que não tenha justa causa, é dever de o empregador comunicar o que aconteceu a Caixa Econômica Federal, através da Guia de Recolhimento Rescisório do FGTS- GRRF. O trabalhador que estiver munido de todos os documentos exigíveis consegue receber o benéfico (dar entrada). Dentro de aproximadamente cinco dias, estará disponível o mesmo para saque.

É um importante benefício para quem não conta em ser mandado embora e tem contas a pagar. É um importante auxilio para os trabalhadores e o tempo de contribuição é de suma importância para o total que o mesmo receberá. Quem quiser, poderá solicitar o mesmo para dar entrada na sua casa própria, com programas sociais como o Minha Casa, Minha vida.